Usina de Letras
Usina de Letras
   
                    
Usina de Letras
48 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 54786 )
Cartas ( 21052)
Contos (12082)
Cordel (9480)
Crônicas (21040)
Discursos (3104)
Ensaios - (9893)
Erótico (13117)
Frases (39763)
Humor (17540)
Infantil (3558)
Infanto Juvenil (2307)
Letras de Música (5410)
Peça de Teatro (1309)
Poesias (135496)
Redação (2869)
Roteiro de Filme ou Novela (1034)
Teses / Monologos (2371)
Textos Jurídicos (1913)
Textos Religiosos/Sermões (4164)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Assombrado -- 27/03/2005 - 19:33 (Sidnei Olivio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Era noite
eu já sabia:
o vento entrava de viés
pelas frestas da janela
em hermética cumplicidade
com o silêncio das ruas.

Já era inverno
eu sabia:
pelas mesmas frestas via
todas as janelas fechadas
do edifício à frente —
fronte da minha solidão.

(Há dias sentia
a água mais gelada
a cama mais gelada
o dia mais urgente...)

Perdi no final do verão
a nave da migração -
quem teve passagem, passou.

Perdi o vento do outono
na curva fechada das dúvidas -
quem teve asas e certezas, voou.

Eu fiquei. Estanquei
a carne roxeada
equilibrando-se na lâmina -
fino fio cortando, perfurando o tempo.
Eu fiquei. Permaneci
na paisagem inconsolada -
não há enfeite natural que resista
à estação branca e nua:
frutos de cera e flores de plástico
pontificadas de dejetos
de insetos volantes
(moscas domesticadas
que não polinizam esperanças
nem prenunciam floradas).

Desfaço, porém, o abandono permanente
e me satisfaço povoando-me:
afogo a sede na fonte de Baco
agora engarrafada e passeio
de mãos dadas com Drummond
entre as impurezas do branco
no concreto mundo da poesia
enquanto Mozart me aquece
no calor das claves de sol.
Comentários

O que você achou deste texto?       Nome:     Mail:    

Comente: 
Informe o código de segurança:          CAPTCHA Image                              

De sua nota para este Texto Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui